terça-feira, 2 de junho de 2020

Barrocas: População cobra local exclusivo para atender pacientes com sintomas do Coronavírus

Reprodução: Hospital Dr. José Maria de Magalhães Neto
Com o surgimento de novos casos do coronavírus no município de Barrocas, que já contabiliza 15 pacientes diagnosticados com o vírus, sendo que dois destes estão curados, a população vem cobrando que a Prefeitura Municipal disponibilize um espaço exclusivo para atender as pessoas que apresentam sintomas da doença. Sugerem também que profissionais sejam direcionados para atuação exclusiva nesse setor. 

Atualmente, segundo os relatos, os barroquenses que precisam de atendimento médico relacionado ao covid-19, vão ao Hospital Dr. José Maria de Magalhães Neto, onde pacientes com outros problemas de saúde também buscam atendimento, o que tem causado certo temor, em alguns casos levando as pessoas a não procurarem a unidade temendo o contato com os casos suspeitos.


O operário Ribemar Mota, em contato com a Rádio A Nossa Voz, relatou que dias atrás teve que deixar o Hospital rapidamente com seu filho pequeno após receber orientação de uma enfermeira, que preocupada alertou: "no momento em que eu estava lá com meu filho (no hospital) nem fui atendido, chegou um paciente com suspeita, o hospital ficou todo agitado e em pânico, a enfermeira falou pra mim 'vocês vão ter que sair rápido que acabou de chegar um paciente com suspeita. Pegue seu filho e deixe pra vir em outro dia' peguei meu filho e saí", explicou. 

Já uma professora da rede municipal de ensino que buscava atendimento para sua neta, preocupada com a situação relatou"está tudo misturado, o hospital atende casos suspeitos e os postos também. O certo era separar deixar um local com uma equipe para atender só os casos de covid como muitas cidades fizeram. Essa semana precisei levar minha neta no hospital chegando lá o médico estava atendendo um suspeito, fiquei com receio de passar pelo médico. Deveria ter os profissionais trabalhando diferenciado em cada caso", pontuou.

Nesta terça-feira (02), procurada por nossa equipe e questionada sobre o temor da população, a Secretária de Saúde Débora Queiroz, afirmou: "No momento em que se faz a identificação de quadro clínico sugestivo para COVID-19, o paciente é encaminhado para a sala de observação de paciente Covid. O atendimento médico, bem como verificação de sinais vitais e administração de medicamentos será realizado nessa sala. Caso o paciente tenha critério de internamento, seu deslocamento para a sala de isolamento segue um fluxo criado exclusivamente para esta finalidade, não havendo contato com áreas de circulação de pacientes" informou. Sobre o fluxo de pessoas no hospital, Débora explica que a equipe médica da unidade se reuniu nesta terça-feira às 14h00 com profissionais da SMS, para discutir o assunto. 

Vereadores afirmam que também estão sendo procurados por pessoas preocupadas com a situação, e garantiram que irão buscar através do Presidente da Câmara uma solução junto ao Prefeito: "Estamos tentando uma reunião para discutirmos essa e outras situações no município", revelou o vereador José Eclécio. 

@ Nossa Voz - Da Redação / Por Rubenilson Nogueira / Colaborou Victor Santos

Sem comentários:

Publicar um comentário