sábado, 13 de novembro de 2021

Vereador Kekeu de Daozinho diz que Bolsonaro pode oferecer até 4 mil reais de auxílio por mês que ainda perde a eleição

Vereador Kekeu de Daozinho na Sessão da Câmara
Na sessão da última quinta-feira (11), ao comentar sobre a polemica votação da PEC 023/2021 que o Governo Federal se empenhou em liberar emendas para ser aprovada em primeiro e segundo turno na Câmara dos Deputados, contando até com apoio de prefeitos, o vereador José Eclecio de Queiroz o conhecido Kakeu de Daozinho, classificou o projeto do auxílio Brasil de eleitoreiro, e criticou o fato dele assegurar o pagamento do valor de R$400 apenas durante um ano. Apesar do benefício com novo valor, o vereador disse que a situação de rejeição do presidente não mudará.

No aparte que foi cedido pelo Vereador Aldo do Curralinho, Kekeu afirmou: "O que me chama atenção dessa emenda através da PEC, é que uma emenda apenas até o final do próximo ano, imagina só que não deixa de ser vereadores, uma emenda eleitoreira, não tem jeito. Então claro que é um benefício para o povo, de certa forma aquelas pessoas que mais precisam é importante, mas e o rombo lá na frente como é que vai ficar? Porque é só até o ano que vem, então não deixa de ser uma PEC eleitoreira, para que o Bolsonaro tente melhorar sua imagem porque ele não tem mais futuro e vai botar a bomba não mão de outro, porque ali pode dar um auxílio de até 4 mil por mês que não tem mais futuro", opinou o parlamentar.

@ Nossa Voz - Da Redação por Rubenilson Nogueira

Sem comentários:

Enviar um comentário